Passeios no Tanquã

Descritivo:

De uma vila de pescadores, o Tanquã em Piracicaba, tornou-se colônia com dezenas de casas à beira-rio. As várzeas que dão a particularidade ao lugar, chamado de “mini pantanal paulista”, são resultado da construção da barragem da usina hidrelétrica de Barra Bonita na década de 70. As águas rasas e lentas atraem mais de 170 espécies de aves, muitas migratórias do Pantanal, das quais pelo menos 19 estão ameaçadas de extinção, além de mamíferos, répteis e anfíbios, tornando-se um lugar ideal para observação da natureza.

A novidade está sendo comemorada com uma recente conquista dos conservacionistas: A aprovação de uma Área de Proteção Ambiental (APA). Era o que faltava para colocar a cidade de Piracicaba na rota de um dos ramos do ecoturismo que mais crescem no mundo: o da observação de pássaros, conhecido internacionalmente como birdwathing.

“Ambientalistas, pesquisadores, conservacionistas e pescadores uniram esforços e ideais na APA Tanquã - Rio Piracicaba. E, em paz com a natureza, dão exemplo de como ocupar, explorar e manter o Tanquã de maneira sustentável. Nosso grande tesouro para a nova era.”