FÉRIAS DE VERÃO - Na Mantiqueira FÉRIAS DE VERÃO - Na Mantiqueira FÉRIAS DE VERÃO - Na Mantiqueira FÉRIAS DE VERÃO - Na Mantiqueira

Férias de Verão - Na Mantiqueira

Apresentação

Visconde de Mauá e Parque Nacional de Itatiaia

Vales e montanhas de incomparável beleza.

Vilas encantadoras que parecem presépios.

Quaresmeiras, ipês e araucárias contrastam com alegres tons de verde.

À noite, o céu é pontilhado por milhões de estrelas.

Apenas 29 km separam a Rodovia Presidente Dutra das belezas da região de Visconde de Mauá, agora com nome e o status de Estrada Parque. O caminho, cuja altitude em alguns pontos chega a 1.400 metros, faz com que os visitantes se sintam literalmente acima das nuvens.

Composta por parte de dois estados, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e três municípios, Resende, Itatiaia e Bocaina de Minas, a região, cortada pelo Rio Preto e forjada nas encostas e vales da Serra da Mantiqueira, tem como pano de fundo por um lado á grandiosidade da Pedra Selada, e pelo outro o Parque Nacional do Itatiaia e o Pico das Agulhas Negras.

Para facilitar a localização, a região foi cordialmente dividida pelos moradores em três vilas: a Vila de Visconde de Mauá, a Vila de Maringá e a Vila de Maromba.

O Parque Nacional de Itatiaia foi criado em junho de 1937, o primeiro no Brasil, está dividido entre parte alta e baixa. Com montanhas escarpadas e vales de altitude a parte alta é destino de montanhistas e turistas do mundo todo, sendo mais frequentado no inverno.

A parte baixa caracteriza-se principalmente por sua vegetação exuberante e generosos cursos d’água, com diversas áreas apropriadas para banho. Tem fácil acesso a partir da Via Dutra e recebe o maior fluxo de turistas do Parque, concentrando a maior parte da estrutura de visitação, com destaque para o Centro de Visitantes, revitalizado para os 70 anos do parque.

Roteiro

1º DIA – ITATIAIA

Chegada á pousada em Itatiaia

2º DIA – VISCONDE DE MAUÁ

3º DIA – PARQUE NACIONAL DE ITATIAIA (PARTE BAIXA)



Bóia Cross

O Bóia-cross ou acqua ride é a prática esportiva, que tem como finalidade descer pelo leito dos rios em corredeiras de diversos níveis. Podendo ser praticado por todas as pessoas de acordo com a dose de emoção desejada. O que antes era uma simples brincadeira de criança evoluiu e vem fazendo a cabeça dos apaixonados por aventura e pela natureza. É uma mistura de ação e tranqüilidade que se alternam.

Descer o rio de bóia é uma atividade que dá muito prazer ao participante, por estar num rio de águas cristalinas, com corredeiras que dão ação e emoção, poder apreciar a fauna e flora existente as margens do rio. Nos trechos mais tranquilos, dá para conversar, rir e apreciar a paisagem.

Existem dois níveis: Passeio e Aventura. Ambos no Rio Preto

Cachoeirismo

Consiste na descida com o auxílio de equipamentos de segurança uma cachoeira, utilizamos a famosa técnica do rapel. A cachoeira escolhida é a Santa Clara, com aproximadamente 50 metros e sua inclinação favorece aos iniciantes no esporte.

Parte Baixa PNI

Visita às cachoeiras Itaporani, Véu de Noiva e Maromba, além da Pedra de Fundação, Relógio do Sol, Mirante do Último Adeus e Centro de Visitantes.

O Pacote inclui:

O Pacote não inclui:


Dificuldade técnica: Nenhuma

Intensidade: Leve

Altitude: Baixa

Valores a partir de: R$ 800,00 por pessoa

Grupo mínimo de 2 pessoas / *para grupos maiores consulte valores.

***A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.

Video